terça-feira, setembro 09, 2008

Ai tomati, Tamarilho ou àrvore do Tomate (Cyphomandra betacea Sendt)

O tamarilho pertence à grande família das Solanáceas e é uma pequena árvore que podemos encontrar nas terras altas de Timor-Leste, sendo muito cultivada particularmente na zona de Ermera. A sua origem encontra-se nos Andes, donde se expandiu para todas as zonas de clima subtropical. Em Portugal também se encontra nas zonas temperadas junto à costa.
Esta árvore chega aos 6 m de altura e é facilmente reconhecida pelas suas grandes folhas semelhantes à da teca. As flores são rosa claro e muito discretas. É uma planta monoica hermafrodita (as flores têm os dois sexos).
Prefere clima temperado subtropical, como o clima Cw (tropical de altitude) das montanhas de Timor. Gosta de soltos bem drenados, frescos e ligeiramente ácidos (pH<6), sendo muito sensível à falta de água. É uma planta que prefere situações de plena luz . Não se adapta às hortas muito expostas ao vento, pois este parte as suas grandes mas frágeis folhas.
Esta árvore vive cerca de 6 a 9 anos, entra em produção aos 18 meses, e produz um máximo de frutos aos 3-4 anos.
O fruto é parecido com um tomate, é oval e pontiagudo no extremo inferior. A cor é vermelha ou amarela, e a polpa é ligeiramente ácida com sabor a tomate.
Para cultivar o tamarilho deve-se plantar no início da estação húmida num compasso de 1,5-2 m x 4-4,5 m.. A terra deve ser bem cavada em profundidade, abrindo-se covas com 50x50 cm. O solo das covas deve ser misturado com estrume muito bem curtido de vaca, búfalo, porco ou aves. O tamarilho responde bem à fertilização do solo.
As plantas podem ser reproduzidas por semente, que se enterram num vaso, repicando-se depois as plantas para sacos ou vasos. A germinação é melhorada ao colocar as sementes limpas e secas, 24 horas num frigorífico, antes de semear. Debaixo das copas desenvolvem-se plantas novas a partir das sementes caídas, que se podem depois transplantar para local definitivo (esta é a origem dos tamarilhos que tenho aqui em Sines no quintal e que me deu uma agricultora em Milfontes).
Nas árvores em produção poda-se os ramos mortos e doentes e os que tenham tido muitos frutos. Aplicar regularmente uma camada de estrume e de folhas secas (mulching) à volta das árvores. É muito importante nunca deixar a terra secar. Por isso, na estação seca, a rega aumentará certamente a produção de frutos.
A produção por árvore estima-se em 15-25 Kg/ano ou 15-17 t/há/ano. Armazena-se 12 semanas a 3,4-4,5 ºC. Dura 9 a 10 dias nos postos de venda. O fruto deve ser colhido só quando tem uma cor uniforme (todo vermelho, ou todo roxo).
Esta fruta come-se fresca quando bem madura. Mas também podemos conservar como doce ou conserva e vender. Compota de tamarilho “made in” Timor-Leste. Mãos à obra !
Bibliografia: Pedro Rau, Cultura do Tamarilho.



Flores, folha e fruto de tamarilho (ainda em formação)



Cacho de flores



Tamarilhos maduros no mercado de Emera



Viveiros da Missão Agrícola portuguesa. Esta Missão tem desenvolvido um trabalho notável desde 2000, fornecendo plantas às populações, organizando viveiros comunitários e cursos de formação. Este viveiro é em Ermera e foi organizado com um grupo de jovens desempregados em terrenos cedidos pela igreja local.



Pilha de composto (Ermera). Para obter um bom composto para mulching, fazemos uma pilha com restos de plantas, folhas secas, restos de cozinha, cascas de café, estrume de animais, dejectos humanos, etc... Vai-se regando e mexendo semanalmente. Cobre-se com uma camada de palha de arroz ou outra. Quando estiver como terra (os materiais originais já se custam a distinguir), ao fim de algumas semanas pode-se espalhar à volta das árvores.

6 comentários:

Anônimo disse...

Parabens pelo blog, hoje na visão(09/10/2008) saiu um projecto que penso interessante trocar conhecimentos e experiencia com o autor deste blog http://raiodesolbaucau.blogspot.com/

saudações

Anônimo disse...

Gostaria muito de saber onde comprar uma planta destas cá em Portugal.
Obrigado.
J. Moreira
josmor18@gmail.com

lbentomanso disse...

ola malta, Devo dar os parabéns pela iniciativa pois é com culturas alternativas que se consegue gerar riqueza neste países menos desenvolvidos. Deixo aos dinamizadores deste projecto um abraço de força e determinação.

Para quem estiver interessado em edquirir sementes ou plantas deixo o meu contacto e blogue.

http://physalisperuvian.blogspot.com/

email- phisalisperuvian@gmail.com

Jorge Penso disse...

Tenho duas arvores em meu quintal, em Curitiba ( Sul do Brasil ) e gostaria de saber qual a melhor epoca para plantar as sementes ?

Anônimo disse...

Também tenho uma no quintal de minha casa em Vacaria Rio Grande do sul e também gostaria de saber a época de plantar as sementes

rosa goncalves disse...

Tenho um tamarilho em vaso já tem fruto gostaria de saber quando posso transplantar para a terra?